Os sinais do transtorno de personalidade são bem conhecidos e, geralmente, começam a aparecer na adolescência e no começo da vida adulta. Transtornos de personalidade englobam principalmente problemas com:

   Identidade e senso de si mesmo:

A pessoa com um transtorno de personalidade não tem uma imagem clara ou estável de si mesma. Ou seja, a maneira como ela se vê muda dependendo da situação e das pessoas com quem ela está. Ou ela pode ser inconsistente quanto aos seus valores e objetivos. A sua autoestima pode ser irregularmente alta ou baixa.

   Relacionamentos:

A pessoa com transtorno de personalidade tem dificuldade de formar relacionamentos íntimos e estáveis com outros. Ela pode ser insensível às outras pessoas, emocionalmente distante ou não ter empatia.

A pessoa com transtorno de personalidade com frequência dá a impressão de ser inconsistente, confusa e frustrante para a família e outras pessoas ao seu redor, incluindo médicos. Seu estilo de criação dos filhos pode ser distante, excessivamente emocional, abusivo ou irresponsável, o que às vezes causa problemas físicos e/ou mentais nos filhos.

Pessoas com um transtorno de personalidade podem ter dificuldade em entender quais são as maneiras plausíveis, seguras e aceitáveis de tratar outras pessoas e comportar-se ao redor delas.

A pessoa com um transtorno de personalidade pode não ter ciência de sua própria participação em criar seus problemas.